home Fóruns Geral O Misterioso Triângulo de Bridgewater

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • AvatarElly Kedward
    Número de postagens: 2339

    O Triângulo Bridgewater é uma área de cerca de 200 milhas quadradas (520 km²) no sudeste de Massachusetts, nos Estados Unidos, onde vários fenômenos paranormais têm sido observados desde os tempos coloniais. O termo triângulo de Bennington, foi usado pela primeira vez em 1992 na Nova Inglaterra pelo autor e folclorista Joseph A. Citro, durante uma transmissão de rádio ele chegou a cunhar o termo para se referir a esta misteriosa área que fica localizado a sudeste de Vermont EUA, este local entrou para lista de lugares misteriosos por ter sido palco de cinco desaparecimentos misteriosos entre os anos de 1945 a 1950 que ficaram sem uma explicação plausível até os dias de hoje.

    Localização
    O Triângulo abrange as cidades de Abington, Rehoboth e Freetown situadas nos pontos do triângulo, e Bridgewater, West Bridgewater, Middleboro, Dighton, Berkley, Raynham, Easton, Lakeville, Taunton e dentro do triângulo. Uma área semelhante, embora menos conhecida existe na vizinha de Vermont sendo chamada de Triângulo da Bennington. O centro da área é o misterioso e praticamente intocado, Pântano Hockomock , que significa “o lugar onde os espíritos habitam”, e que foi chamado de “The Devil’s Swamp” pelos primeiros colonos. O Triângulo também é conhecido por abrigar vários cemitérios indígenas, e segundo algumas pessoas o local é a fonte de várias maldições.

    [caption id="" align="alignnone" width="1918"] Localização do Triângulo Bridgewater[/caption]

    Outra área de atividade incomum no Triângulo Bridgewater é a Freetown Fall-River State Forest. A floresta que constitui a cidade de Freetown foi tomada da tribo Wampanoag em 1659, e muitos nativos americanos afirmaram que os acontecimentos estranhos e malévolos que existem no local durante os últimos 350 anos são o resultado de uma maldição tribal. Durante décadas, a Floresta Estadual Freetown teria sido o local de culto de várias atividades, incluindo o sacrifício de animais, rituais cometidos por satanistas, bem como uma série de assassinatos e um elevado número de suicídios. Também encontrado dentro dos limites do Triângulo Bridgewater é a Pedra de Dighton. Fonte de grande controvérsia, a rocha contém um número de inscrições.

    Fenômenos paranormais

    [caption id="" align="alignnone" width="800"]Mapa dos fenômenos paranormais Mapa dos fenômenos paranormais[/caption]

    A área tem sido um local de supostos fenômenos paranormais, desde UFO e avistamentos de “Um helicóptero negro ” (a polícia e uma equipe de reportagem local, já relataram e presenciaram tais acontecimentos), poltergeists e esferas, bolas de fogo e outros fenômenos espectrais, ‘Thunderbirds’ vários avistamentos de “bigfoot (pé-grandes)”, cobras gigantes, assim como a mutilação de gado e outros animais. Um dos fenômenos mais comuns observados nos relatos que a área é “spooklights”, ou o contrário corresponde à descrição da coisa obscura, também conhecida como luzes fantasmas, que são tipicamente vistas em áreas alagadiças ou pantanosas. O comportamento deste fenômeno é consistente com luzes misteriosas supostamente observada no Triângulo Bridgewater, incluindo aquelas que dizem aparecer junto trilhos de trem a cada mês de janeiro. Além disso, Foxfire provavelmente seria observada dentro do pântano, o que se viu, sem dúvida, parecer para alguns como paranormal ou “espíritos”, como tem sido sugerido habitam a área.

    Relatos de helicópteros negros no local

    Mary Lou Jones-Drown relatou ter ouvido “barulho de helicóptero muito alto” em Rehoboth em 25 de junho de 2002. Os helicópteros não estavam visíveis no ar quando os ruídos foram ouvidos. Outras testemunhas disseram que helicópteros misteriosos “equipadas com projetores” foram vistos voando sobre o rio Palmer School, no lado norte da Rota 44. Um fazendeiro local teria registrados “dois helicópteros pretos estavam voando em formação sobre as árvores. Os helicópteros vieram do Sudeste, a partir de Mount Hope Bay, em Swansea.” Um outro relatório sobre 26 de julho de 2002, descreveu “era como camuflagem cinza ou um tipo de helicóptero às riscas.” Relatos semelhantes foram feitos em Agosto 7-9, e novamente em 15 de agosto de 2002. (Fonte: Joseph Trainor, “UFO Roundup”, 09 de julho de 2002).

    Avistamentos de Thunderbird

    Durante décadas, tem havido relatos de pássaros gigantes ou pterodáctilo. Uma criatura voadora com asas enormes foram avistados no Pântano Hockomock o Pântano vizinho Taunton, esses relatos estão incluindo em um relatório da Polícia pelo policial Norton Thomas Sargent Downy dito sendo fora do normal.

    [caption id="" align="alignnone" width="1680"]Thunderbird mitológico Representação indígena do Thunderbird[/caption]

    Criaturas

    Relatórios animais incomuns remontam a tempos pré-coloniais, com relatos mais modernos de uma variedade de funcionários do governo e outros têm documentado animais incomuns, incluindo crocodilos, panteras negras, tartarugas gigantes, bem como uma cobra gigante “tão grossa como um tronco de árvore”, relatou pelos trabalhadores Civil Conservation Corps em 1939.

    Maldições Indígenas
    De acordo com um conto, os nativos americanos tinham amaldiçoado o pântano séculos atrás, por causa do mau tratamento que receberam dos colonizadores.

    Assombrações

    Parecidas com as luzes do espectro, uma variedade de luzes e sons que tem sido testemunhado ao longo da linha de trem, que ocorrem com regularidade em janeiro.

    Mutilações de Animais

    Vários incidentes de mutilação de animais têm sido relatados, principalmente em Freetown e Fall River, onde a polícia local foi chamada para investigar animais mutilados Acredita-se que seja o trabalho de um culto. Dois incidentes específicos, em 1998, foram relatados pela canal de noticias Fox25: em um uma vaca adulta, encontrada assassinada e mutilada na mata, o outro em que um grupo de animais foram descobertos em uma clareira, grotescamente mutiladas, como se parte de um sacrifício ritual.

    Homicídios
    Foram confirmados e registrado pelo menos uma dúzia de assassinatos na floresta ao longo de 1978-1988, bem como em curso as investigações da polícia foram descobertos restos mutilados de bovinos e caprinos. Outra descoberta chocante feita pela polícia de Freetown, na sequência do relatório por parte da vítima de uma agressão sexual no local, era um bunker subterrâneo oculto. Após a investigação policial encontrou uma série de objetos estranhos, incluindo cadeirinhas com cintos ou sistemas de retenção, aparentemente feitos para crianças.

    Desaparecimentos misteriosos

    O primeiro desaparecimento misterioso no local ocorreu em 12 de Novembro de 1945, Middie Rivers de 75 anos, liderava um grupo de caçadores enquanto retornavam para suas casas, Rivers acabou se destacando do grupo ficando um pouco a frete e nunca mais foi visto, uma intensa busca foi feita na região, porém o único vestígio encontrado foi um cartucho de espingarda caído em um córrego no local.

    Em 1 de Dezembro de 1946 outro misterioso desaparecimento, desta vez o de uma estudante do segundo ano do curso superior do Bennington College, Paula Welden de 18 anos, neste dia a jovem havia saído para fazer caminhada pela área, um casal de idosos afirmou ter encontrado com a moça alguns metros a frente deles, eles alegaram ainda, que Paula chegou a virar em uma determinada trilha, quando o casal chegou à mesma trilha a moça havia desaparecido, buscas foram feitas pela região com ajuda do FBI, e uma recompensa de US$ 5.000,00 chegou a ser oferecida pelos familiares para quem tivesse qualquer informação sobre o paradeiro de Paula, no entanto nenhuma evidência foi encontrada e a jovem jamais foi vista novamente.

     

    Em 1 de Dezembro de 1949 um veterano de guerra de nome James Tatford, desapareceu misteriosamente dentro de um ônibus enquanto retornava para sua casa, testemunhas alegaram ter visto o homem dentro do veículo, porém, ao chegar no que seria o seu destino as únicas coisas que restavam do homem eram somente suas bagagens ainda no bagageiro do ônibus e um calendário da época aberto em seu assento vago.

    Em 12 de Outubro de 1950 ocorreu o terceiro caso, Paul Jepson de 8 anos, desapareceu enquanto brincava, a mãe do menino alegou em depoimento que havia se descuidado enquanto alimentava os porcos, quando ela retornou ao local o menino havia desaparecido, grupos de buscas foram organizadas para tentar achar o garoto, foram realizadas várias buscas pela região, as autoridades nunca encontraram nenhuma pista do que poderia ter acontecido e mais este caso ficou sem solução.

    No dia 28 de outubro de 1950 ocorreu o último desaparecimento no local. Frieda Langer e alguns familiares estavam acampados perto do reservatório Somerset, Frieda e seu primo Helbert Elsner deixaram o acampamento para uma caminhada, durante a o trajeto Frieda escorregou e caiu em um córrego, ela então disse para o primo esperar no mesmo local enquanto voltava para o acampamento para trocar de roupa, devido à demora de Frieda, Elsner resolveu voltar pela mesma trilha e ao chegar no acampamento descobriu que nenhum dos outros familiares haviam visto Frieda desde que eles tinham saído jutos do acampamento.
    Durante duas semanas, buscas foram feitas pela região, no entanto seu corpo só foi encontrado em 21 de Maio de 1951, as circunstâncias da morte jamais pôde ser determinada devido ao avançado estado de decomposição que se encontrava o corpo.

    Fontes:
    goo.gl/WW6rSX
    goo.gl/frJai8
    goo.gl/kcjiO7
    goo.gl/TF0VF8

Visualizando 1 post (de 1 do total)
Responder a: O Misterioso Triângulo de Bridgewater
Sua informação:




:bye: 
:good: 
:negative: 
:scratch: 
:wacko: 
:yahoo: 
B-) 
:heart: 
:rose: 
:-) 
:whistle: 
:yes: 
:cry: 
:mail: 
:-( 
:unsure: 
;-) 
:fuck: 
:confused: 
:dorgas: 
mais...