home Fóruns Mapa da prisão perpétua no mundo (explica porque Brasil é país de maior criminalidade)

Visualizando 15 posts - 1 até 15 (de 46 do total)
  • Autor
    Posts
  • AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Quer saber porque o Brasil é um dos países com maiores índices de criminalidade do mundo?

    É só dar uma olhada no mapa:

    fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Life_imprisonment#World_view

    Apenas os países na mesma cor que o Brasil aboliram completamente a Prisão Perpétua

    Dá pra contar nos dedos, praticamente: Brasil, Uruguai, Bolívia, Equador, Colômbia, Venezuela, México, Portugal, Espanha, Noruega, Filipinas, Nepal e uns poucos países dos Balcãs…

    Ou seja, o Brasil está na CONTRA-MÃO da grande maioria dos países do mundo.

    Países que mantém a pena de Prisão Perpétua incluem: Argentina, Chile, Peru, Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, França, Alemanha, Holanda, Itália, Dinamarca, Suécia, Finlândia, Grécia, Índia, África do Sul, Japão, Austrália e Nova Zelândia, entre outros.

    É mais um exemplo do Brasil indo na contra-mão da maioria dos países, e adotando a ideologia de “passar a mão na cabeça do bandido”. Essa é a CAUSA PRIMORDIAL dos altos índices de criminalidade do Brasil, que estão entre os maiores do mundo.

    Infelizmente, a Prisão Perpétua jamais poderá ser instituída no Brasil, porque é “inconstitucional”.

    Porém, poderia-se PELO MENOS aproveitar a reforma do Código Penal que está em análise no Congresso para aumentar o tempo máximo de prisão dos atuais 30 anos para 50 anos, e abolir a “progressão de regime”.

    Mas claro que nossos queridos deputados não vão fazer isso, pois eles gostam é de IMPUNIDADE, e de manter o Brasil na CONTRA-MÃO da maioria dos países do mundo, contribuindo para a vergonha de sermos um dos países com maior índice de criminalidade do mundo.

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Brasil = um dos países do mundo que MAIS “passa a mão na cabeça do bandido”

    Resultado:

    Brasil = um dos países com maiores índices de criminalidade do mundo

    A relação é bem clara

    Na maioria dos países do mundo, sejam países desenvolvidos da Europa, como Dinamarca e Suécia, sejam países de “Terceiro Mundo” como Vietnam, Tailândia e Índia, a bandidagem é tratada com EXTREMO RIGOR, sem passar mãozinha da cabeça do “coitadinho vítima do sistema”

    Por isso que a maioria dos países do mundo, sejam países desenvolvidos da Europa, sejam países de “Terceiro Mundo”, possuem índices de criminalidade BEM MENORES que os do Brasil!

    Ah, como eu queria que o Brasil tivesse os BAIXOS índices de criminalidade de países de Terceiro Mundo como a Tailândia e o Vietnam!

    Bandido não é bandido porque “não teve oportunidade”. Bandido é bandido porque é SEM VERGONHA e percebe que vale a pena ser bandido, já que a IMPUNIDADE é praticamente garantida.

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    E a Somália é um bom lugar pra passear com a familia…
    Acho que não se deve exclusivamente a forma de como tratar os criminosos
    Mais sim pela formação de cada um, afinal todos esses atuais bandidos são fruto
    De uma sociedade falida, de um Estado corrupto e de uma policia violenta.
    Afinal se a policia resolvesse os problemas da sociedade ela não existiria mais.

    ABAIXO O ESTADO BURGUES!
    ABAIXO A DEMOCRACIA!

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515
    Ao saber da decisão que condenou os policiais do Carandiru à prisão, a advogada da tropa disse que aquela não era a decisão que a sociedade brasileira esperava. Durante o julgamento, Ieda Ribeiro de Souza insinuou várias vezes que os PMs, ao matar os presos em um massacre que se tornou vergonha internacional para o país, estavam apenas exercendo a função que governo e povo lhes delegaram. No fundo, ela estava dando voz ao velho pensamento de que presidiário bom é presidiário morto.
    Essa é uma ideia que ronda o pensamento nacional. No caso da advogada do Carandiru, não deixa de ser irônico, já que seus clientes passarão agora a ser exatamente isso, presidiários. Bandidos, como se diz. O que ela parece não aceitar é exatamente que se trate como bandido aquele que comete homicídios que seriam “permissíveis” por uma espécie de acordo tácito e nem tão secreto entre sociedade e governo.
    Tem muita gente que acha isso mesmo. Que prisão não é para recuperar o sujeito, nem para isolar o indivíduo perigoso, nem mesmo para punir. É um instrumento de vingança. O preso está lá, antes de tudo, para sofrer. Se a cadeia é superlotada, melhor ainda. Se a pena for sem progressão, comemore-se. De preferência, que não se dê nem mesmo direito a banho de sol. E que não venha esse pessoal dos direitos humanos interferir.
    O mesmo pensamento parece estar por trás de uma outra obsessão de parte da sociedade brasileira – a ideia do endurecimento das penas contra os menores infratores. Assim como há quem doure a pílula e se recuse a enxergar que há um real problema de criminalidade na adolescência (falar em “menores em conflito com a lei” às vezes parece um eufemismo tolo), há também o erro contrário. Há os que queiram punições cada vez mais duras.
    Por esses dias, após mais um crime (terrível, é claro), apareceram de novo as vozes favoráveis à redução da maioridade penal. Como se mandar alguém já aos 16 anos para os Carandirus espalhados pelo país fosse resolver alguma coisa. Mas, de novo, será que não se quer simplesmente vingança? Parecem esquecer, como lembrou neste espaço a colunista Rosana Félix, que isso levaria à permissão para que menores também dirijam automóveis: hoje só não o fazem porque são criminalmente inimputáveis. Estaremos dispostos a pagar pelo nosso desejo de punições mais duras com mortes no trânsito?
    O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, também embarcou na onda do endurecimento e agora fala em deixar adolescentes presos por oito anos. Desde o século 18, quando escreveu o marquês de Beccaria, sabe-se que o que leva alguém a pensar mais antes de cometer um crime não é a dureza da pena, e sim a certeza de que será pego. Alckmin quer nos levar de novo ao século 17.
    Há dois problemas na noção de que cadeia serve para nos vingarmos dos presos. Em primeiro lugar, não funciona. Ninguém ouviu dizer, que se saiba, que o massacre do Carandiru tenha recuperado alguém ou deixado São Paulo mais segura. Em segundo lugar, isso nos leva perigosamente cada vez mais para perto do estado de natureza, aquele em que uma ofensa pode ser livremente punida com um golpe de tacape na cabeça. Há quem possa se animar com a ideia. Não estou entre eles.
    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    É incrível ver o PAPO FURADO nos dois posts acima.

    Como sempre, os que se opõem ao fim da impunidade sempre vem com PAPO FURADO e papinho enviezado.

    O primeiro vem com papinho furado de revolucionário de Faculdade de História, com babaquice de “fim do Estado Burguês” e outras merdas do tipo, que não merecem nem comentário. Eu já fui um IMBECIL que defendia essas coisas quando eu tinha 19 anos de idade, mas já cresci, já sou adulto o suficiente para saber que não existe regime melhor no mundo do que a “democracia burguesa” (que de burguesa não tem nada), a qual precisa apenas de pequenos ajustes para funcionar com perfeição. Até o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) atualmente já amadureceu o suficiente para defender a “democracia burguesa” brasileira, a qual é defendida também pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), que defende apenas alguns ajustes nela.

    O segundo vem com papinho enviezado sobre chacina do Carandiru, como se isso TIVESSE ALGUMA COISA A VER COM O ASSUNTO. É a velha tática de misturar assuntos que não tem NADA A VER, querendo gerar CONFUSÃO na cabeça nas pessoas, querendo passar a impressão de que todo mundo que quer ver VAGABUNDO NA CADEIA seria “fascista” e defenderia massacres de detentos.

    Muito pelo contrário, nós que somos pelo fim da impunidade queremos um sistema judicial mais EFICIENTE, para que casos como esse do massacre do Carandiru não demorem 20 ANOS para serem julgados. Os responsáveis pelo massacre já deveriam ter sido julgados e condenados há muitos anos atrás, se o nosso sistema judicial fosse eficiente, e punisse com rapidez.

    VIVA A PUNIÇÃO!!!

    VIVA O DIREITO DO ESTADO DE PUNIR!

    LUGAR DE BANDIDO É NA CADEIA!

    Assinado: Esquerdista Defensor do Social

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    O bom é quando um esquerdista tem uma irmã, mãe ou mulher estuprada por um bandido, ai eu queria vê ele defender o social. O Brasil deveria realmente ter menos defensores dos direitos humanos que de humano não tem nada e mais punição para esses bandidos.

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    ei demente do post acima, vai aprender a ler

    Eu sou a favor de PUNIR SEVERAMENTE os bandidos

    Estuprador deveria ficar 50 anos enjaulado no calabouço.

    Assinado: Esquerdista Defensor do Social

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    o tempo máximo deveria passar dos atuais 30 anos para 60 anos

    essa história de 30 anos é do Código Penal criado nos anos 40, quando a expectativa de vida no país era muito menor

    tem que aumentar a pena máxima para 60 anos, assim o sujeito preso aos 20 anos pode ficar preso até os 80 anos, se o caso for realmente muito grave (como por exemplo, estuprar e matar 10 crianças)

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    deveria se penas para criminosos e estrupadores de 60 anos sem nenhum tipo de induto e visita, somente dos 

    filhos, uma vez por ano. as refeicoes durante os, 60 anos seria no cafe, um copo de leite e um pao, no almoço
    um prato de arroz e feikao e um copo de agua, na janta, mais um prato de feijao e mais um copo de agua.
    podera tomar sol no patio, duas vezes por mes.
    tenho certeza que depois de uns dois condenados nesse regime, os outros criminosos irao pensar mil vezes
    antes de matar alguem.
    a media de homicidios  e estrupos cairia 70% em quatro anos
    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Estou de pleno acordo com Esquerdista Defensor do Social .

    Legalidade sim, rigor na punição também.
    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    As finalidades do sistema penal são três: proteger a sociedade, punir o criminoso e recuperá-lo, quando possível. A sociedade pode estruturar o sistema prisional de forma a ficar protegida. Nunca se pode saber se uma pessoa pode se recuperar. Supor que isso é possível não é ingenuidade e sim um realismo objetivo. A vida é uma preciosidade extrema e não se pode tirá-la de ninguém, exceto em legítima defesa atual, mas não presumida ou preventiva. O sistema prisional tem que ser de forma a que a pena seja cumprida com trabalhos e não apenas a privação da liberdade. Sem conforto, mas com dignidade humana. A sociedade e seus prepostos, como paladinos presumidos do bem, não pode se valer dos mesmos procedimentos que os praticantes do mal fazem uso. Mesmo contra o mal é preciso ser ético. O fim jamais justifica os meios.

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    OLHA SEM LEI RIGOROSA OS BANDIDOS É QUEM DITAM AS LEIS!! E NÓS MORREMOS COMO BARATAS NAS MÃOS DOS FORA DA LEI!! MAS QUE LEI??? BRASIL É PAIS DA IMPUNIDADE! JÁ É HORA DO BRASIL TER DOIS TIPOS DE PRISÃO (PRISÃO A) E (PRISÃO B) A PRISÃO (A) PARA QUEM COMETESSE UM CRIME MAS NÃO É REINCIDENTE E PRISÃO (B) PARA BANDIDOS REINCIDENTES E QUE NÃO QUEREM SER PESSOAS DE BEM! É CLARO NA PRISÃO (B) NORMAS QUE O BANDIDO NUNCA MAIS QUEIRA VOLTAR PARA LÁ!!! ABAIXO A MAIORIDADE PENAL!! USO DE ARMA LIBERADA, ABAIXO A LEI DO DESARMAMENTO POIS A LEI SÓ DESARMOU O CIDADÃO DE BEM MAS OS BANDIDOS SUPER ARMADOS COM  METRALHADORAS E ATÉ EXPLOSIVOS!!!  SE CULTURA FOSSE A CAUSA PLENA PARA ACABAR COM OS BANDIDOS OS ÍNDIOS SE MATARIAM TODOS POIS NUNCA FORAM NA ESCOLA!! ISSO É ALGO PARA JUSTIFICAR ALGO ABSURDO ANTIGAMENTE AS PESSOAS TINHAM POUCO ESTUDO E POUCA CRIMINALIDADE HOJE TEM MUITO MAIS PESSOAS ESTUDADAS E A CRIMINALIDADE AUMENTOU!! SÓ TEM UM REMÉDIO LEI MUITO SEVERA PARA BANDIDOS! OLHEM PARA OS PAÍSES DE PRIMEIRO MUNDO LÁ TEM LEI SEVERA E NÃO TEM BANDIDO!! ACORDA brasil (com letra minúscula)

    AvatarTarekVilela
    Número de postagens: 52

    O Brasil deveria sim ter prisão perpétua e pena de morte, em casos com provas concretas, é claro. 

    Também acho que nós deveríamos ter o direito de matar um bandido para defender nossos bens materiais. Nossos bens, vieram do trabalho, seja ele físico ou intelectual, portanto foi conseguido com o nosso suor [hipoteticamente], portanto faz parte de nós. Se podemos nos defender, deveríamos ter o direito de defender aquilo que é nosso.
    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Sou totalmente contra a pena de morte, por quatro motivos:
    1. Como matar é um crime, aplicar a pena de morte é cometer tal crime institucionalmente, o que é algo completamente incoerente e anti-ético.
    2. A pena de morte é irreversível e não permite corrigir um erro judicial que porventura tenha sido cometido.
    3. Toda pena tem uma finalidade educativa, objetivando recuperar o criminoso para o convívio social. Se ele é morto, isso fica sem efeito.
    4. Toda pena também tem uma finalidade punitiva e uma punição só acontece se o punido sofre com ela. Com a morte a pessoa deixa de existir e não tem sofrimento nenhum. Logo, não pune.
    A prisão perpétua atende a três das considerações acima. Não se comente um crime, é reversível e é punitiva. Só não é educativa, no sentido em que o penado não retorna mais à sociedade reeducado. Mas pode se reeducar na própria prisão e, até, contribuir para a sociedade lá de dentro. Sua aplicação tem que se restringir aos casos de pessoas incorrigíveis, cujo convívio social seja danoso à sociedade, sem perspectiva de reversão. Todavia ela é educativa para quem não está preso, por inibir o cometimento de crimes. Isso a pena de morte também faz. É mister, porém, que ela seja aplicada em um sistema judiciário e policial extremamente eficientes, expeditos, eficazes e justos, sem a menor sombra de corrupção.


    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Adaílton, existem dois tipos de condenados:

    1 – os que podem e devem ser recuperados

    2 – os que não podem ter o direito de se “recuperar”

    Quem são os que não podem ter o direito de se recuperar? Simples: aqueles que tiraram a vida de um outro ser humano.

    Porque eles não tem o direito de se recuperar e voltar para a sociedade? Simples: porque as pessoas que eles mataram não tem um direito a uma “segunda chance”, não tem direito a resssucitar, portanto os assassinos também não podem ter direito a uma “segunda chance”.

    As únicas exceções devem ser para crimes de homicídio culposo (sem intenção de matar), e para homicídio doloso cometido por menor de 18 anos (nesse último caso, não deveria haver prisão perpétua, apenas 40 anos de prisão em regime fechado, saindo da cadeia depois dos 50 anos de idade).

    A regra geral deve ser que assassinos fiquem a vida inteira presos, sem nunca saírem. Ou melhor, vamos ser justos: no dia em que a pessoa que ele matou se levante do túmulo, e volte a viver, então ele pode sair da cadeia. Não parece justo?

    [abduct]

Visualizando 15 posts - 1 até 15 (de 46 do total)
Responder a: Mapa da prisão perpétua no mundo (explica porque Brasil é país de maior criminalidade)
Sua informação:




:bye: 
:good: 
:negative: 
:scratch: 
:wacko: 
:yahoo: 
B-) 
:heart: 
:rose: 
:-) 
:whistle: 
:yes: 
:cry: 
:mail: 
:-( 
:unsure: 
;-) 
:fuck: 
:confused: 
:dorgas: 
mais...