home Fóruns Judeus asquenazes se consideram brancos, e fazem parte da conspiração supremacista branca.

Visualizando 15 posts - 136 até 150 (de 163 do total)
  • Autor
    Posts
  • AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Judia de mim

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    foda-se os falsos judeus loiros de olhos azuis que viviem em Izrael, racistas que detestam os os judeus etiopes ee os palestinos, preferem um alemão nazixta que um judeu negro

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    sou judeu pardo, duvido muito se poderia viver em Izrael e comer aquelas lindas judias ruivas, os judeus loiros morrem de medo de perderem suas lindas femeas

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Eu ouvi dizer que na verdade os judeus sefarditas são edomitas, isso é verdade? Agradeço se me responderem.  

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Eu sou descendente de judeus sefarditas, e posso dizer que esses ashkenazi são uns invasores que deveriam ter continuado na Europa em vez de tomar as terras dos palestinos e dos verdadeiros hebreus. 

    AvatarJoker
    Número de postagens: 96

    Vou explicar para vocês algo que confunde muita gente…

    A verdade é: as “elites globais” (que muitos chamam de Illuminati) são racistas, são supremacistas brancos.

    Isso confunde muita gente, pois logo vem a pergunta: “Mas como? Os banqueiros judeus não fazem parte dessa elite? Se eles são supremacistas brancos, eles não odeiam judeus?”

    A resposta é: depende do judeu.

    Os asquenazes são os judeus provenientes da Europa Central e Oriental, que se consideram BRANCOS. E o fato é: a “elite global” também os considera brancos.

    Os asquenazes constitutem a elite política e econômica de Israel. E os banqueiros judeus da Europa e Estados Unidos são todos asquenazes também.

    Vocês certamente já ouviram falar do Grupo de Bilderberg, um grupo que reúne todos os anos em hotéis de luxo, cercados de seguranças, com a entrada da imprensa sendo terminantemente proibida. Isso não é nenhuma “conspiração”. Essas reuniões, para as quais são convidadas pessoas de destaque do mundo político e do mundo empresarial, incluindo os presidentes das grandes corporações multinacionais e altos oficiais do governo dos Estados Unidos, são algo de conhecimento público, embora ninguém sabe o que acontece lá dentro. O jornal britânico The Guardian já noticiou vários desses encontros, e inclusive um repórter do The Guardian chegou a ser preso em uma ocasião por insistir em tirar fotos das pessoas que chegavam para a reunião do Grupo de Bilderberg.

    Pois bem. Se vocês analisarem a lista histórica de convidados para as reuniões do Grupo de Bilderberg, vocês podem claramente ver que apenas BRANCOS, dos Estados Unidos e Europa, são convidados.

    O homem mais rico do mundo, Carlos Slim, nunca foi convidado. Porque ele é mexicano. Nenhum latino jamais foi convidado.

    Os sheiks bilhonários dos reinos árabes produtores de petróleo nunca foram convidados. Porque eles são árabes. Árabe não é branco, na opinião deles.

    Nenhum grande empresário do Japão, Coréia do Sul ou China jamais foi convidado. Porque eles são asiáticos, e não brancos.

    Mas uma coisa é certa: vários judeus asquenazes da Europa e Estados Unidos já foram convidados para reuniões do Grupo de Bilderberg.

    Os aquenazes se consideram brancos, e fazem parte da grande conspiração supremacista branca.

    Prova de que os asquenazes se consideram brancos foi a declaração polêmica de um ministro israelense (um judeu asquenaze) agora em maio de 2012, quando estavam havendo ataques racistas em Israel contra imigrantes africanos. O ministro disse que “eles não aceitam o fato de que Israel é terra de homem branco“.

    Esta declaração foi uma verdadeira confissão da visão de mundo dos asquenazes. Os asquenazes se consideram brancos, e são racistas contra os não-brancos.

    Outros grupos de judeus que não são considerados “suficientemente brancos” sofrem nas mãos dos asquenazes.

    Tomemos por exemplo, os sefarditas, judeus originários da Península Ibérica, que depois migraram para o Marrocos quando da sua expulsão pela Inquisição, e que também migraram para o Brasil, sendo antepassados de milhões de brasileiros, especialmente no Nordeste.

    Os sefarditas são vistos com uma “sub-raça” pelos asquenazes.

    Em Israel, os sefarditas são discriminados, e geralmente lhes são oferecidos os piores empregos, com as piores remunerações.

    Nos anos 50, o governo de Israel, composto por asquenazes, chegou ao cúmulo de utilizar crianças sefarditas como “cobaias vivas” para experimentos secretos com substâncias químicas e radioativas. Tudo isso foi documentado, e existem vídeos no YouTube sobre isso.

    Então, a verdade é que as “elites globais” (chamadas por alguns de Illuminati) são um grupo de supremacistas brancos, racistas, que inclui em seu seio os ricos banqueiros judeus asquenazes, que também se consideram brancos.

    A partir do momento em que você entender isso, tudo o que acontece no mundo vai começar a fazer muito mais sentido para você.

    Este tópico não pode ser mais falso e completamente ao lado da placa. Há vários erros aqui. O primeiro e principal é que se parte do principio que, como, por exemplo Carlos Slim não faz parte do Bilderberg, se supõe então que existe racismo, uma suposta conspiração da raça branca. Nada pode ser mais falso. Carlos Slim pode não fazer parte do Bilderberg, mas faz parte do CFR. Nem todos os membros do CFR compõem os quadros do Bilderberg assim como nem todos os elementos do Bilderberg fazem parte do CFR. Temos duas correntes de pensamento entre estas duas instituições, com o mesmo objectivo, mas querendo chegar lá por meios diferentes.

    Pode sim existir uma dita “conspiração de brancos”, mas isso terá mais a ver com os movimentos nazis e nunca nestas instituições, que fomentam sobretudo o multiculturalismo e a mestiçagem. Provas existem aos pontapés sobre o assunto.

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    E aqui tem Japoneses, Turcos, Chineses, etc, etc, no Bilderberg, contrariamente ao que o autor do tópico afirma.

    https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_Bilderberg_participants

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    mas o que interessa os povos o templo de Jerusalem?

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    contrariamente nada…

    numa lista imensa dessas, você tem:

    – um japonês que foi convidado uma vez

    – dois chineses convidados em duas ocasiões

    – uns poucos turcos convidados, sendo que a Turquia faz parte da OTAN, é membro associado da União Europeia, disputa a Eurocopa, e turco não é árabe, os turcos tem a pele mais clara do que os árabes, sendo muito parecidos com os gregos

    o único japonês e os dois chineses que foram convidados em três ocasiões foram lá só para ouvir, e não para opinar

    AvatarJoker
    Número de postagens: 96

    contrariamente nada…

    numa lista imensa dessas, você tem:

    – um japonês que foi convidado uma vez

    – dois chineses convidados em duas ocasiões

    – uns poucos turcos convidados, sendo que a Turquia faz parte da OTAN, é membro associado da União Europeia, disputa a Eurocopa, e turco não é árabe, os turcos tem a pele mais clara do que os árabes, sendo muito parecidos com os gregos

    o único japonês e os dois chineses que foram convidados em três ocasiões foram lá só para ouvir, e não para opinar

    Amigo, no poste inicial consta isto: « Pois bem. Se vocês analisarem a lista histórica de convidados para as reuniões do Grupo de Bilderberg, vocês podem claramente ver que apenas BRANCOS, dos Estados Unidos e Europa, são convidados

    Como se pode verificar pela lista de convidados, esta informação é falsa.

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    se pode verificar pela lista que a ESSÊNCIA da informação é absolutamente correta

    numa lista enorme de convidados, apenas um japonês e dois chineses foram convidados, em apenas 3 ocasiões

    turcos são europeus brancos

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Amigo, eu até posso compreender o teu ponto de vista. Penso que deves viver no outro lado do Atlântico e certamente as informações que nós temos aqui na Europa tu não estás ao corrente. Por curiosidade, ainda ontem censuraram um site que falava, discutia e demonstrava que vários Países Europeus estão a subir uma substituição na população, que era na sua maioria branca caucasiana, e que começa aos poucos e poucos a ser uma população afro-árabe. As autoridades aqui, tentam, subtilmente censurar todas as pessoas que ponham em causa ou sejam contra esta substituição de população. Nós aqui em Portugal, ainda não temos esse problema. Porque somos um País pequeno e nossos imigrantes africanos têm muito em comum com o Povo Português, existe uma ligação muito forte porque a grande maioria deles herdaram de seus parentes uma moral cristã. Este ponto é muito importante.

    Já não poderemos dizer o mesmo de uma França, Bélgica, Suécia, Inglaterra, etc. Por exemplo a Suécia, graças á imigração, é o segundo País ao mundo com o maior número de violações. A França têm ghetos onde a policia não ousa entrar livremente. A Inglaterra até já tem tribunais islâmicos que decidem em lugar das instâncias judiciais do País. Estes Países que eu venho de citar, sobem uma invasão islâmica sem precedentes com o apoio das autoridades do País. Estes Países têm em comum, acolher imigrantes que não têm nenhuma ligação com a cultura predominantemente cristã, pois a maioria dos imigrantes são de cultura islâmica.

    Atenção, estes imigrantes de cultura islâmica, são eles mesmos victímas da Máfia Talmúdica sem o saberem. Tem de se ter isto em mente. Alguém decidiu destruir a Líbia de Khadafi, a Siria de al-Assad, o Iraque de Saddam, provocando assim um afluxo tal de imigrantes em direcção da Europa que mesmo ontem George Soros criticava fortemente a Europa por não acolher mais e mais imigrantes, agora que a Europa não tem condições mínimas para tal carga. O desemprego está sempre a subir, os de cá, já nem conseguem arranjar trabalho para viver e sustentar a família, a pobreza alastra-se, cada vez mais se vê pessoas a dormir na rua… e os imigrantes assim que desembarcam, têm direito a comida grátis, casa grátis e deixam-nos circular livremente sem restrições. A Itália já nem sabe o que fazer.

    Assiste-se actualmente á industrialização da imigração. O FORTEX, foi criado supostamente para defender as costas Europeias, e ultimamente foi reforçado com mais barcos. O objectivo real do FORTEX é de ir buscar os barcos de imigrantes e conduzi-los até á Europa sem importunarem minimamente os traficantes. Esse é o objectivo do FORTEX: a indústria da imigração.

    Outra estranho facto, é o porquê de os imigrantes pagarem somas colossais aos traficantes, quando lhes sairia mais barato apanharem um avião e desembarcarem tranquilamente na Europa ? Tenta responder a esta questão se fores capaz, e tu serás face a um paradoxo que só se pode explicar de uma única maneira…

    Como vês, esse dito complot da supremacia branca, não tem por onde se pegue. George Soros, o supremacista branco, então não deveria defender com unhas e dentes a terra dos supremacistas brancos ?

    Se me falares em “supremacia Talmúdica”, aí eu estarei de acordo, agora em “supremacia branca”, aí os factos falam por si só e desmentem-te. Posso-te documentar tudo o que disse. Quem vive na Europa, e tenha um mínimo de consciência, e não passe horas e horas a ver telenovelas, sabe muito bem do que falo.

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Que ainda para mais, um Talmudista chama a um branco, negro, árabe, seja o que for, de raças sub-humanas, os goyim. Só este facto serve para desmontar todo o tópico. Acho que não é preciso mais.

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    O que você, mulher, pensaria se o seu parceiro explicitasse o desejo de ser penetrado no ânus durante a relação sexual? E você, homem, gostaria de ter ou já teve essa experiência ou nem pode ouvir falar no assunto? Antes de dar a resposta, saiba alguns detalhes sobre essa prática. E o primeiro deles é que essa região do corpo é igual em homens e mulheres e ambos podem ter prazer a partir de estímulos nessa parte do corpo.

    “O períneo, região que compreende genitália e ânus, é uma região muito inervada. E qualquer área com alta incidência de terminação nervosa pode se tornar uma zona erógena, desde que se esteja com alguém que desperte o desejo sexual”, conta o urologista Marcelo Vieira, membro do Instituto H. Ellis e mestre em cirurgia pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

    O urologista e sexólogo Celso Marzano afirma que não existe diferença da região anal entre homem e mulher. “A anatomia e sensibilidade são iguais. Na parte genital é diferente, mas no ânus, não”, diz o médico que é professor de sexualidade da Faculdade de Medicina do ABC e autor do livro “O Prazer Secreto (Editora Éden)”, que discorre sobre a prática do sexo anal, obra dirigida a homens e mulheres de todas as orientações sexuais.

    Marzano explica que, dependendo da posição em que o homem for penetrado, isso vai massagear a próstata, que fica entre dois e três centímetros de profundidade a partir da entrada do ânus. “Ele se sentirá mais estimulado” conta o médico, acrescentando que o mesmo acontece na mulher. “A diferença é que nelas a massagem é no corpo interno do clitóris, a parte não visível na vagina”.

    Quanto ao prazer que o sexo anal pode provocar, o urologista afirma. “Homens e mulheres podem chegar ao orgasmo pelo sexo anal. Isso não é mito, é realidade”, diz.

    Muitas dúvidas

    Homens heterossexuais que queiram experimentar essa prática podem ver sua orientação sexual contestada e serem alvo de preconceito que, aliás, pode ser sentido tanto por membros da ala masculina quanto da feminina. “Há uma espécie de campanha que só mesmo os homossexuais podem se excitar com toques na região ou com penetração anal na relação”, diz a psicóloga e sexóloga Carla Cecarello,  acrescentando que é muito difícil que as mulheres proponham ou aceitem essa prática durante o sexo.

    “A maioria das pessoas que me procuram perguntando isso é do sexo feminino. Elas têm mais dúvidas se ele é gay ou não. O homem sabe se é ou não, mas não permite essas carícias por preconceito”, conta Carla. “Um homem pode ter relação com parceria, ser penetrado por vibrador e não ser gay”, explica.

    O preconceito é alimentado por dúvidas e desconhecimento sobre a sexualidade. Muitas pessoas acham que se um homem gostar de ser estimulado no ânus será homossexual. “Isso não é verdade, assim como também é errado afirmam que todo homossexual tem trejeitos femininos”, afirma o psicólogo Oswaldo Rodrigues Jr, do Instituto Paulista de Sexualidade. “Ser homossexual implica em sentir desejo por uma pessoa de mesmo sexo. E nem todo homossexual masculino curte penetrar ou ser penetrado na região anal”, afirma o especialista.

    A proposta

    O homem que tem vontade de provar estímulos na região anal deve ser honesto com a mulher. Precisa falar sobre seus desejos e saber se ela toparia. O mesmo vale para a situação oposta: se a mulher tem vontade de propor essa prática ao homem, que o faça, mas deixe-o à vontade para refletir se quer ou não inovar. Quem receber a sugestão só deve aceitar se sentir-se bem com isso –não faça nada só para agradar o outro. E lembre-se de que não há nada de errado com a prática. “Esse não é um comportamento errado e não é sinal de homossexualidade”, afirma O psicólogo Rodrigues Jr.

    A psicóloga Elisa Del Rosário Ugarte Verduguez afirma que, em um relacionamento com diálogo, há tranquilidade para conversar sobre penetração anal do homem. Porém, é preciso atenção para que o que seria um elemento a mais na vida sexual do casal não se torne a regra. “É um complemento. Quando a pessoa só quer essa prática, aí sim vira motivo de preocupação e o casal  precisa conversar a respeito”.

    Há a possibilidade de o parceiro procurar alguém fora da relação para concretização do desejo. “O homem que sente satisfação em ser estimulado na região anal em um relacionamento heterossexual poderá buscar outra mulher que encare bem o assunto”, diz Oswaldo Rodrigues Jr. Há quem acredite que o desejo leva alguns a homens a procurarem travestis, mas o psicólogo discorda. “Procurar um travesti não se associa ao desejo de ser estimulado na área anal por uma mulher”.

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    que porra de texto sobre “fio terra” é esse que postaram aqui?

    nada a ver o cu com as calças

Visualizando 15 posts - 136 até 150 (de 163 do total)
Responder a: Judeus asquenazes se consideram brancos, e fazem parte da conspiração supremacista branca.
Sua informação:




:bye: 
:good: 
:negative: 
:scratch: 
:wacko: 
:yahoo: 
B-) 
:heart: 
:rose: 
:-) 
:whistle: 
:yes: 
:cry: 
:mail: 
:-( 
:unsure: 
;-) 
:fuck: 
:confused: 
:dorgas: 
mais...