home Fóruns Geral casamento gay? tenha a santa pasciencia!

Visualizando 15 posts - 61 até 75 (de 98 do total)
  • Autor
    Posts
  • AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Souza,

    A diferenca de pensamento é natural entre as pessoas, e não é à toa que tem tantas versoes de Deus feitas pelos homens, mas não é por isso que voce esteja certo, que o seu preconceito precede, ou que sua religiao é melhor que a dos outros, tudo é crença, é fora da realidade. Voce apenas valoriza a sua forma de pensar e tenta se proteger para não precisar mudar.

    As diferenças existem e ela possibilita uma forma saudavel de que uns aprendam com os outros. As consciencias estão em niveis diferentes, umas no “jardim da infancia” da vida se agarrando a crenças, nao gostam de pensar e nao querem fazer força para mudarem seus preconceitos, apesar de não doer nada, mas sabe como é, muitos têm medo do que os outros vão dizer e não tem coragem para ter opiniao antipreconceituosa, isso tambem acontece.

    Já outras estão na “pos graducao da consciencia”, entendendo as coisas de forma mais holistica, com uma ideia mais expandida e acertada de como as coisas funcionam, e se essas têm bom coracao e intencoes, ajudam a mudar o mundo para melhor, porque para mudar para melhor se precisa exercer o que tem de melhor nas virtudes humanas, valoriza-las e coloca-las em pratica.

    Dessa interacao entre consciencias diferentes, algumas pessoas podem aprender que a intolerancia, o preconceito, as injusticas que cortam direitos de alguns, e a pratica de violencia que uns cometem contra outros, não tem sentido em nenhuma situacao da vida humana.

    Toda crença “bitola”. Tem gente com educacao de nivel superior e ainda acredita que o homem apareceu do barro, mas isso é crença, e crença é uma doenca que ataca a todos. Uma mente mais consciente sabe que é impossivel Deus não ter sabedoria para conhecer o DNA e a evolucao das especies, Deus saberia menos que o homem que sabe dessas coisas porque tem estudado, analisado o mundo, e descoberto com a vida tem evoluido aqui?

    Tem sido importante esse dialogo e lhe agradeço muito, pois foi graças a sua exposicao certeira de como você pensa, de onde voce tira suas conviccoes, das argumentacoes que usa para justificar os sentimentos que voce tem e o que acredita, ajudou muitas pessoas que acompanham esse nosso papo a perceber a referencia de onde seu pensamento surge e se apega. A base do preconceito está primeiro na sua mente, depois você sai correndo para uma frase de um texto de um livro que fala de crenças para se justiticar. O Rafa mostrou que compreendeu essa dinamica.

    Mas voce tem virtudes, voce não é radical e argumenta, expoe seu pensamento completo. Os radicais só vomitam intemperies, a verdade (deles) é tao definitiva que não precisam dar argumentos, muito pelo contrário, apelam para baixarias. Não foi o seu caso, e pelo fato de nao ser um radical bitolado tem chance de um dia, por uma situacao da vida qualquer ou familiar, perceber que realmente não tem sentido o preconceito e aumentar sua consciencia sobre as coisas.

    Então se isso acontecer, a sua religiao de agora não mais servirá, voce procurará outra, e tem centenas por aí de todos os tipos e gostos, o ser humano é prodigo em criar crenças. Há crenças religiosas para justificar que uns explodam as outras pessoas, há crenças para justificar uma grande opressão nas mulheres (a islamica e a catolica sempre foram assim, mas aqui as mulheres foram à luta e hoje ninguem mais fala nisso, mas no Oriente, pobres mulheres, sao tratadas como animais), há crenças que justificam intolerancia e o preconceito. E há outras, que inclusive nem falam de Deus, mas falam de ética, respeito, tolerancia, justica, responsabilidade, compaixao, valores humanos, etc.. E precisa colocar Deus nessa estoria para exercitar valores maiores? Não, tem ateus que são mais cristaos pela sua ação benefica no mundo do que os proprios cristaos que nao seguem o que Cristo ensinou. Então ter ou não ter religião não importa quase nada, mas praticar bons atos e dignificar bons valores humanos, sim.

    Cada um escolhe a sua religiao de acordo com a mente e a consciencia que tem. Muitos nao tem escolha, recebem lavagem cerebral desde crianças sobre as “verdades” da religiao dos pais delas e passam a defende-la com garras e dentes, mas como sofrem quando a vida mostra que estão errados!!! Mas o que eu quero dizer com isso? Que se se muda a consciencia, a mudança de religiao é automatica, a pessoa vai procurar uma outra que melhor se adequa. Ou seja, voce tem a sua porque ela “fecha” com o que voce acredita, não porque ela espelha a verdade.

    Se voce nunca mudar, nao significa que sua religiao é tao verdadeira que voce se apegou a ela por isso, mas que sua consciencia permaneceu a mesma, e a religiao que voce se apega nada mais é que um espelho do que a sua propria mente acredita.

    Ou seja, cada pessoa é refém das suas proprias crenças que lhe servem. Como existem bilhoes de mentes, tem religioes para todos os gostos, mas não me venham dizer que falam da verdade de Deus. Alias, Deus tambem é uma crença. Outros povos inventaram multideuses. Outros não têm. Quem está certo? Talvez nenhum. O que nunca se pode deixar acontecer é alguem impor a sua religiao como sendo verdadeira aos outros. Se acredita, fique para si mesmo, mas se ela prega intolerancia e preconceito aos outros, será combatida por aqueles de boa consciencia e bom coração.

    O mundo melhora para todos com o aumento da consciencia das coisas, mas quanto mais as pessoas estiverem apegadas a uma religiao ou uma ideologia, quaisquer que forem elas, mais elas não terao discernimento para agir de forma justa no mundo, a nao ser que aquela religiao em especifica só fala de bons valores humanos, que é uma excecao, pois a maioria é intolerante, castradora de direitos, e algumas mandam explodir as pessoas que consideram “inimigas” dos deus deles. Mas afinal, qual é mesmo o sentido da religiao? Seguir um texto qualquer porque se acredita nele ou tem algo a mais? Onde está o discernimento?

    Não há nada de ilegal nem imoral e não tem nada a ver com pecado a condicao sexual de uma pessoa, seja ela hetero ou homo ou bissexual, essa é a grande verdade, fomos naturalmente induzidos por homens de uma religiao, por seculos, a fazermos injusticas contra os outros. Em culturas onde esse poder malefico náo chegou, as pessoas aceitam a condicao sexual de cada um como natural, e realmente é. Os homens que comandavam as religioes antigas eram falhos, interesseiros por poder e grana, tinham uma visao da conscienca das coisas superlimitada, se vê que eram preconceituosos e então só podiam gerar porcarias e injustiças mesmo, e que estão aí porque as pessoas ainda acreditam nelas e nao porque sao verdades.

    Se uma pessoa não tolera ver duas mulheres se beijando em local publico, o problema é dela, nao das duas mulheres que tem direito a viver a vida como todo mundo. Não existe desvio de comportamento aí, mas existe o preconceito que é uma doença social e é de quem tem, e a base do problema está aí, é muito feio e infantil se justificar numa religiao para dizer que é errado, mas é ser adulto e consciente assumir que o problema está com a propria pessoa que tem preconceito. Deve-se deixar as duas mulheres viverem em paz, não atrapalhar, não julgar, elas têm o mesmo direito à uniao civil que um casal de heteros têm. Não se tem nenhum direito de impedir isso, nem usando justiticar o preconceito por um livro que se diz sagrado mas é incoerente e foi rasurado por homens com intencao de poder. Coerencia com Deus teve Jesus, que hoje estaria aí, com sua sabedoria peculiar divina, defendendo as duas mulheres dos intolerantes, o resto é resto, o resto é lixo. Acho que a mensagem foi muito bem passada. Agradeço e boa sorte!

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    João:

    [applause]

    ^:)^ ^:)^ ^:)^ ^:)^ ^:)^

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Ao anonimo que falou sobre inteligencia x acefalia

    O correto é falar sobre pessoas menos conscientes e mais conscientes.

    Com certeza uma pessoa menos consciente é aquela que acha que qualquer pessoa diferente dela é “errada” ou “não natural”.

    È um menos consciente da vida quando é intolerante em qualquer circunstancia, nao só na condicao sexual, mas economica (tem gente batendo em mendigos), racial (tem gente ainda com preconceito contra negros), porque se vestem diferente, porque tem uma religião diferente, por causa da cultura diferente delas. Quanto se vê por aí de menos conscientes que são preconceituosos com relacao a outras culturas ou estilos de vida? Tem sentido?

    Essas pessoas menos conscientes são intolerantes, preconceituosas, separam, desagregam, querem impor direitos diferenciados. São pessoas menos conscientes, “apenas isso”, mas deixam o mundo mais complicado, ô se deixam. Elas têm um ego que só enxergam o seu próprio umbigo e tudo que for diferente do que elas pensam como certo é errado, mas não estudam, não buscam as causas, não procuram saber origens historicas, nada… problema delas, estão na vida vegetando com suas ideias mesquinhas de “eu sou mais”, “eu sou o certinho”, não melhoram a consciencia.

    Algumas são tão radicais na sua pouca consciencia que apelam para violencia contra mendigos, mulheres, pobres, negros, e assim por diante.

    Diz-se que quando uma pessoa chega a esse ponto (praticar a violencia) tem sérios problemas e precisa de um corretivo, seja a lei, seja um tratamento psiquiatrico, pois não há justificativa que faça uma pessoa apelar para uma violencia contra outra por uma causa tão idiota quanto o preconceito ao diferente. Ou se diria que é uma pessoa consciente e inteligente uma que apela com violência? Essa é boa…

    Sabe qual seria um bom corretivo? Digamos que uma pessoa seja racista. Ela é branca e tem ojeriza a negros, isso ainda tem por aí, é algo que não se explica, mas ela sente isso. O que se poderia fazer? Leva-la para passar um ano na Africa para viver numa tribo de negros que são racistas contra brancos, que aprenderam a ser racistas porque um branco um dia chegou lá e escravizou toda a tribo. A tribo generalizou o sentimento contra brancos de forma errada, foi uma pessoa má que os fez escravos, e casualmente essa pessoa era branca, mas essas coisas de preconceito acontecem assim, acontece uma generalização injusta.
    Então essa pessoa racista viveria numa tribo que a veria com muito preconceito. Ela teria dificuldade de se adequar ao mundo deles, alguns bateriam nele, nao dariam trabalho a ele, ele passaria fome. Então quando o preconceituoso passa a viver uma experiência que o preconceito é contra ele, ahhh, assim ele tem a grande chance de perceber a idiotice que é ter preconceito, ele pode aprender na marra. Mas pessoas menos conscientes podem também ser acéfalas no sentido que passam por uma forte experiencia dessas e não aprendem a licao dela, e ficam ainda com mais raiva.

    Já pessoas mais conscientes são aquelas que passaram pela vida e entenderam (por alguma razão, até por boa influencia religiosa (Jesus, por exemplo) que é preciso tolerar todas as diferenças, não ter preconceito, procurar fazer justiça e alicerçar direitos iguais para todos, independente da raca, cor, credo, condicao economica ou sexual.

    Uma pessoa mais consciente sabe disso porque ela sabe que não tem sentido nenhum uma pessoa ser intolerante ao diferente, não há razão alguma que justifique, seja por influencia de religiões, nas crenças, na cultura.

    São tambem pessoas mais conscientes aquelas que, mesmo tendo preconceito, procuram entender as origens dele na cabeça dela (pode ser influencia familiar, religiosa) e procuram dar um jeito de mudar, por consciência, seja fazendo uma terapia, seja exercitando uma autogestão de mudar o sentimento, e vai fazê-lo porque conscientemente aprendeu que a intolerancia ao diferente não é um valor humano, não é certo.

    Pode-se dizer que um quase acéfalo seria aquele que lendo esse texto não consegue entender o significado do que foi escrito, mesmo sendo tão bem explicado.

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Ai que texto bom de ler, João, é gigante mas de tão bem escrito parece pequenino. A clareza de suas ideias são uma dádiva em meios a tantos equívocos aqui apresentados.

    Um bom filme sobre preconceito é o Distrito 9, o tema é brilhantemente tratado quando um preconceituoso torna-se gradativamente o que sempre odiou e sua única salvação está naqueles que ele sempre subjugou.
    É tempo de coexistencia, amigos! O mundo está um caos por tanta intolerância, o planeta está cansando com tanto descaso e as novas gerações descrentes com o futuro.
    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Concordo Andréia e João! 

    Distrito 9 é um filme ótimo… todo mundo acha que é só sobre alienígenas, mas não é… É sobre intolerância!
    Chega de rejeitar e julgar o próximo por qualquer motivo que seja! 
    Chega de querer mudá-lo e impor SUAS verdades. 
    Aceite-o como ele é. 
    O respeite. 
    Isso fará seu coração e sua alma se elevarem! 
    Isso sim é estar perto de Deus.

    [grouphug]

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Apenas um vídeo para quem quiser saber o que está por trás da causa gay:

    http://www.youtube.com/watch?v=RzpVKkYfKR8&feature=related

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515
    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515
    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515
    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    ESTÁ NA HORA DE ACABAR COM ESSA HISTÓRIA DE “PRECONCEITUOSO”, “HOMOFÓBICO” E “FANÁTICO”.
    O DEBATE É SOBRE A INCONSTITUCIONALIDADE.
    FICA O DESAFIO: MOSTREM A PL 122 PARA O POVO IGNORANTE E MAL INFORMADO.

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    A questão é: não cabe ao Estado dizer com quem ou o sexo de quem o cidadão pode ou não casar. Homossexuais pagam impostos igual a todos, logo devem ter os mesmos direitos. A privação do direito de casamento civil é um estupro a constituição e o artigo 5. 

    Não sei o que a religião tem a ver com a lei, o Estado é laico (ou deveria ser). Quando Estado e religião se misturam, o resultado é catastrófico, vide o Oriente Médio. 
    Concordo com o anonimo acima, chega de preconceito, homofobia e fanatismo. Tolerância, respeito e humanidade são muito mais dignificantes para humanidade do que velhos preceitos caquéticos. 
    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515
    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Não tenho preconceito contra gays e não sou homofóbico, mas não concordo com essa ditadura gay que os ativistas de esquerda, principalmente aqueles do PT, estão querendo impor à sociedade.

    Esse projeto de lei 122 é um absurdo. Uma verdadeira ditadura e contra os princípios de liberdade da constituição federal.

    O governo do PT não está fazendo debates populares e nem pretende fazer prebiscito a respeito desse excesso de direitos para os gays. Ou seja, o PT e os seus ativistas de PSEUDO direitos humanos vão empurrar essas leis goela abaixo do povo. 

    E já estão preparando o kit gay II para doutrinar as crianças nas escolas públicas. Uma aberração !

    Essa história é tão absurda e bizarra que, por incrível que pareça, alguns gays chegam a ser contra esse tipo de ditadura que ativistas do PT estão querendo impor ao Brasil.

    Preconceitos existem e sempre vão existir. Enquanto existir o ser humano, vai existir o preconceito.

    Porém se o preconceito atinge a dignidade de alguém, a constituição federal pode ser usada para esse alguém fazer valer os seus direitos. Não há necessidade nenhuma de gerar leis bizarras para criar super direitos para uma minoria tornando a privilegiada por isso.

    A constituição federal é o bastante. Até os gays de bom senso sabem disso. 

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515
    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515
Visualizando 15 posts - 61 até 75 (de 98 do total)
Responder a: casamento gay? tenha a santa pasciencia!
Sua informação:




:bye: 
:good: 
:negative: 
:scratch: 
:wacko: 
:yahoo: 
B-) 
:heart: 
:rose: 
:-) 
:whistle: 
:yes: 
:cry: 
:mail: 
:-( 
:unsure: 
;-) 
:fuck: 
:confused: 
:dorgas: 
mais...