home Fóruns Ateístas dizem que não, mas acabam estimulando o suicídio

Visualizando 15 posts - 1 até 15 (de 17 do total)
  • Autor
    Posts
  • AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Suicídio: expressão máxima de liberdade
    Antes da leitura desse texto, gostaria de enfatizar que não estou estimulando o suicídio de forma alguma, estou apenas comparando à liberdade de indivíduos de países religiosos com os que vivem em países mais “livres”, e que a crítica maior desse texto é a maneira como a religião interfere nas relações do indivíduo com a sociedade, não a questão moral do suicídio em si.

    O suicídio sempre foi um fenômeno que intrigou e atentou a humanidade: em momentos difíceis, muitos de nós já pensamos em cometê-lo, e os casos de suicidas são sempre chocantes para nós. Émile Durkheim associou esse fenômeno à sociedade, definindo suas causas como um descompasso na convivência entre o indivíduo e a sociedade em que está inserido, quer o problema seja individual ou social. O suicídio é a expressão máxima de liberdade porque permite ao indivíduo a interrupção da própria existência, para que realmente se livre da sociedade e de seus problemas, e deve ser respeitado como uma decisão individual, pois a capacidade de manter ou não a própria vida é o que confere ao indivíduo o maior poder sobre si mesmo.

    As religiões vem há séculos tirando essa liberdade do indivíduo, condenando o suicídio e ameaçando as pessoas com frases como “suicidas não herdam o reino dos céus” e etc. Importantes decisões pessoais como essas são oprimidas pelas religiões, que muitas vezes nem têm interesse na vida e problemas de seus fieis, mas sim em sua contribuição financeira aos templos, igrejas, terreiros e outros lugares de culto, e novamente a ganância das instituições religiosas impede o indivíduo de realizar seus desejos. Uma questão importante também é relacionar o papel da religião na vida do indivíduo, e como essa religião confere sentido à sua vida: no Brasil, por exemplo, a taxa de suicídios é baixa, e é sabido que os brasileiros costumam ser otimistas e esperançosos por causa da religião. A cultura cristã se impregnou na nossa sociedade de tal forma que a esperança de algo melhor acontecerá, mesmo que ela seja impossível, tornou-se intrínseca ao povo brasileiro.

    Não digo que isso é algo ruim, mas um povo que tem como sentido de vida unicamente a esperança e a sua religião não é um povo do qual se espere grandes avanços sociais, visto que sua mente é utópica e tende a aceitar e esperar pela solução dos problemas, ao invés de encará-los e investigá-los. Populações como as dos países mais desenvolvidos e menos religiosos da Europa têm taxas de suicídio maiores, mas também é o reflexo de um comportamento social diferente: essas sociedades são mais pessimistas e tomam para sentido de sua vida coisas além da religião, coisas mais reais, que faz com que a população encare seus problemas e naturalmente se sinta mais desesperançosa por isso, tendo mais chances de se suicidar.

    A religião contém o número de suicídios, mas ao mesmo tempo mantém os fieis numa enganação e falsa esperança constantes, enquanto a falta de religião aumenta as chances de suicídio de um indivíduo, este se torna consciente de sua realidade e encara o mundo de forma mais verdadeira. Cabe a nós decidir o valor de um país religioso, cuja sociedade tem ideias utópicas e é mais feliz enganada é maior que o de um país menos religioso cuja sociedade é mais realista e menos esperançosa, baseando-se em suas taxas de suicídios, em seu desenvolvimento sócio-econômico e em nosso conceito de valor da vida humana.

    Postado por Nathalia Rodrigues às 10:27

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Suicidio é um disturbio psiquiatrico, não tem nada de libertario num ato tão burro  :-W

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Concordo, mas esses ateus acham que o suicídio é uma “salvação” para o ser humano.

    Em países onde há mais ateus, as taxas de suicídio são as mais altas. 

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Vei, nem li isso dai pra dar minha opinião.
    Mas nem preciso.

    “Suicidio é um disturbio psiquiatrico, não tem nada de libertario num ato tão burro”

    Só vos digo uma coisa:
    É desejo do próprio se ele quer se matar ou não. Falar que eh disturbio psiquiatrico ja é julgar o cara de alguma coisa (aparentemente de doido) por uma coisa q ele quer fazer a si mesmo porque provavelmente está saturado de sua situação em vida. Não fazendo apologia ao suicidio, mas eu acho q isso eh outro tabu que a humanidade ainda vai debater e ver q no final das contas eh relativo.

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    bem amigo, não conheço estatisticas a respeito de casos de suicidio x ateus.

    até porque ir para a guerra em nome de um deus é um tipo de suicidio, não?

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    No Japão, o governo está desesperado por causa do aumento do número de suicídios.

    Os ateus no Japão somam 65% da população e a taxa média de suicídios é de 30.000 por ano.

    Em 2011, o terremoto e o tsunâmi do Japão mataram 19 mil pessoas e os suicídios no mesmo período somaram 30.651.

    Não vai demorar muito, o governo japonês vai sugerir que o povo acredite em Deus, antes que o povo japonês seja extinto pelo ateísmo.

    Enquanto isso, os muçulmanos estão dando altas gargalhadas de tudo isso, principalmente na França onde a taxa de natalidade é de 8 filhos para cada casal de muçulmanos. 

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    O suicídio é um ato de covardia. Todo suicida é um covarde.

    E aquele que incita o suicídio é um mau caráter.

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Não, não, não !!!! Aquele que induz uma pessoa ao suicídio não é mau caráter é pior, é um filho da puta mesmo.

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    É que eu não queria ser tão sincero … hehehehe !!

    AvatarConspiradoR
    Número de postagens: 667

    No Japão, o governo está desesperado por causa do aumento do número de suicídios.

    Os ateus no Japão somam 65% da população e a taxa média de suicídios é de 30.000 por ano.

    Em 2011, o terremoto e o tsunâmi do Japão mataram 19 mil pessoas e os suicídios no mesmo período somaram 30.651.

    Não vai demorar muito, o governo japonês vai sugerir que o povo acredite em Deus, antes que o povo japonês seja extinto pelo ateísmo.

    Enquanto isso, os muçulmanos estão dando altas gargalhadas de tudo isso, principalmente na França onde a taxa de natalidade é de 8 filhos para cada casal de muçulmanos. 

    Caro amigo,

    Mais de 80% da população japonesa é budista xintoista, e isso não significa que sejam ateus, sobre as taxas de suicidio realmente elas são altas, mas isso é devido a problemas psicologicos e sociais, o japão por incrivel que pareça, sofre de problemas socias cronicos, é uma sociedade totalmente tecnocrata que vive em um eterno contraste entre sua cultura milenar e sua politica atual, vida estressante e convivio social minimo onde os jovens em sua maioria não conseguem se encaixar, sofrem uma enorme pressão desde o momento em que nascem onde é exigido que sejam os melhores em tudo, porém devido a vários fatores modernos esse conceito foi se tornando cada vez mais vago e sem sentido, muitas vezes ser reprovado em universidade, falhar em seu trabalho ou com sua familia já se torna um motivo para o suicidio, o governo japones jamais irá impor que a população mude sua opinião religiosa por conta disso, o ato de se suicidar no japão tem origens milenares que nada tem haver com acreditar em deus ou não.

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Na verdade 65% dos japoneses não acreditam em Deus e em torno de 31% da população é de ateus.

    Considerando tudo, no final das contas, percebe-se que é tudo farinha do mesmo saco. O que todos têm em comum é a ausência de Deus nos corações, o que vai dar ao Japão o sinistro título de um dos paises mais suicidas do mundo.

    http://www.adherents.com/largecom/com_atheist.html

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Esse lance de suicidio do japão não tem haver com os lances dos samurais?

    AvatarConspiradoR
    Número de postagens: 667

    Esse site apenas confirma que grande parte de população, não somente do Japão, como da China também, são em sua maioria, budistas, já morei na China e moro no Japão a mais de 22 anos e posso confirmar isso.

    O ato do sucidio no Japão é visto como uma especie de “pedido de desculpas” onde a pessoa não teria mais coragem de encarar a sociedade por algum erro que ele cometeu ou por não estar a altura das expectativas que lhe foram impostas desde cedo, de forma alguma o suicido tem fundamentos religiosos, embora a grande maioria seja religiosa, devemos entender que os japoneses não tem a mesma visão religiosa do ocidente, isso tem mais haver com pressão psicologica e disturbios socias e também vem de um antigo costume onde as pessoas que desonrasem o seu nome ,cometiam o ato para limpar o nome de sua familia e assim quitar qualquer divída, pois no japão se uma pessoa contrai uma divida, toda sua familia se torna devedora e esse débito só é quitado em caso de morte do devedor em questão.

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    De uma coisa eu tenho certeza, o ateísmo não só induz ao suicídio como também é uma ideologia assassina.

    AvatarLoki
    Número de postagens: 18515

    Aí Sem farsas esse link é só um pouco tendencioso, não?

    Há varios dados que colocam a religião do Japão assim: Xintoísmo (51,3%), o Budismo (38,3%), e outras (10,2%).
    Aqui uma fonte da embaixada do Japão:
    Outra coisa, isso acontece só no Japão?
    Se for assim, podem ter outras causas culturais e não religiosas.
    Sobre o suicídio ser um problema psiquiátrico, digo como profissional da área. O ato de atentar contra a própria vida tem muito com “auto-estima” e quem diz que é uma covardia é porque nunca tentou se matar.
Visualizando 15 posts - 1 até 15 (de 17 do total)
Responder a: Ateístas dizem que não, mas acabam estimulando o suicídio
Sua informação:




:bye: 
:good: 
:negative: 
:scratch: 
:wacko: 
:yahoo: 
B-) 
:heart: 
:rose: 
:-) 
:whistle: 
:yes: 
:cry: 
:mail: 
:-( 
:unsure: 
;-) 
:fuck: 
:confused: 
:dorgas: 
mais...